Seguidores

Loading...

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Preponderância de machos ou de fêmeas

Alguns criadores assinala que determinados princípios influenciam no número de machos e fêmeas a nascer entre os filhotes decorrente de fatos que apontam:

1) Um macho jovem acasalado com fêmea reprodutora dará mais machos do que fêmeas portadoras em maior quantidade das características do pai
2) Acasalando macho e fêmea adultos, de idades aproximadas, dará mais ou menos igualdade de sexo, com as características de ambos genitores.
3) Macho reprodutor acasalado com femêa jovem dará mais fêmeas do que machos, ambos portadores das características da mãe.
4) Ambos jovens, darão equilíbrio de sexo, portadores das características dos vós.
O fator idade merece consideração, sobretudo tendo-se em vista a prole. A utilização temporã dos filhotes e acasalar prematuramente poderá acarretar conseqüências prejudiciais. Por isso, repetimos que o acasalamento ideal entre filhotes é com a idade de um ano mais ou menos.
As fêmeas normalmente reproduzem até 4 anos de idade. Os machos poupados podem ser bons reprodutores até 5 ou 6 anos. Ambos, após essa idade, entram em declínio. A maturidade entre as fêmeas torna-se más poedeiras, infecundadas e perdem afeto maternal.

Ágata Topázio